Google+ Followers

sábado, 24 de maio de 2008

APRESENTAÇÃO NA FRANÇA

A apresentação do trabalho de Jorge Aguiar, dentro do ano do
Brasil, na sede de trabalho municipal HLM de Nanterre, foi um evento
Importante para a cidade e seus visitantes.
Fotógrafo da "inclusão social", ele restitui os aspectos de
uma realidade brasileira opostos aos que são apresentados nos prospectos
Publicitários das agências de viagens. Descobrir as fotos de Jorge Aguiar é
Levar um soco no estômago, provar um sentimento de indignação e de recusa.
Que, à nossa época, estes seres humanos, estas mulheres e estas crianças.
Possam sobreviver no cotidiano de uma outra época. Os personagens de Jorge
Aguiar nos transpassam seus olhares sombrios e se impõem por sua confiança e
Dignidade. Ao olharmos os habitantes dos locais pobres desta cidade,
Alvorada, sentimos uma profunda necessidade de sermos solidários, de
Conivência com estes seres que não escolheram nascer lá. Emocionamos-nos
Também por sua beleza, a verdade de sua sede de viver, muito bem expressas.
Pelo talento de Jorge Aguiar.
Homem caloroso e engajado, ele imediatamente sentiu-se ligado
aos nanterrienses. Descobriu, com interesse, os trabalhos de erradicação das
favelas nanterrienses, que eram os casebres dos anos setenta, e apreciou o
trabalho realizado pela municipalidade ( da união da esquerda, dirigida
pelos comunistas desde 1936), para implantar moradias sociais de qualidade,
nesta grande cidade de periferia parisiense de 85000 habitantes.
A barreira da língua não impediu as trocas ricas e
Apaixonadas entre Jorge Aguiar e os visitantes da exposição, e cada um pode
Concluir que, tanto no Brasil como em Nanterre, a miséria não é uma
Fatalidade à partir do momento em que os homens e as mulheres estejam
Decididos a se unirem para combatê-la e fazer com que ela desapareça.

Nanterre, 08 de agosto de 2006
LORIGUET, Gilbert
Editor da Revista City Magazine
Nanterre/França

Nenhum comentário: